Care Club – Health Center | Centro de Saúde | Medicina, Fisioterapia, Nutrição, Treinamento, Spa e muito mais

Fascite Plantar em Corredores: Causas e como Prevenir

por Dr. Neto Ribeiro (fisioterapeuta)

Uma queixa bastante comum entre os corredores é aquela dor chata no pé que aparece sempre no final do treino e aparece cada vez mais cedo, principalmente em treinos longos. Tendo uma caraterística matinal ou depois de um longo período de repouso,  ficando um pouco mais intenso durante os primeiros passos ao levantar. Por vezes, essa dor tende a desaparecer assim que o corpo se aquece, mas após a sessão de treino está ela ali de novo dando sinais.

Estas são as características citadas acima são as mais comuns da Fascite Plantar (dor na planta/sola do pé).

Como aqui nós tratamos a causa da dor e não a doença, temos algumas possíveis causas dessa queixa funcional.

A fáscia plantar é uma tecido do nosso corpo como qualquer outro, então se este tecido sofre qualquer tipo de sobrecarga ou aumento de demanda, ela dará alguns sinais que já citei acima.

 
Mas o que pode levar a ter esses desconfortos? Mecânica ruim novamente?

Sim, mais uma vez o movimento tem influência nesta queixa de dor. A fascite plantar está relaciona como uma perda de sustenção do peso do nosso corpo que acaba sendo transmitida para a parte da frente do pé (antepé) de maneira abrupta. Outro fator que pode estar sendo causador é a pronação de forma abrupta sobrecarregando a fáscia plantar.

Todos esses pontos são advindos de uma sustenção vertical não efetiva e ideal.

Mais uma vez lembrando que a corrida é uma atividade cíclica que repete muito o mesmo movimento, então tais tecidos estão sendo agredido em baixa intensidade mas sempre nunca frequência constante.

DR. NETO RIBEIRO
É Fisioterapeuta na Care Club São Paulo/SP
Conheça também nossos eBooks desenvolvidos pelos profissionais especialistas da Care Club

ARTIGOS RELACIONADOS