Care Club – Health Center | Centro de Saúde | Medicina, Fisioterapia, Nutrição, Treinamento, Spa e muito mais

CONHEÇA TRÊS ÓTIMAS TÉCNICAS DE RECUPERAÇÃO MUSCULAR OU RECOVERY

Algumas rotinas são fundamentais no processo de um corredor de rua para atingir seus objetivos, seja ele um corredor que busca alta performance ou aquele que se dedica no seu dia a dia por lazer. Alimentação equilibrada, hidratação, treino, descanso e principalmente recuperação muscular ou como é conhecido Recovery.

É muito comum entre corredores sentir grandes fadigas musculares ou mesmo sentir as pernas travadas/pesadas no dia seguinte de um treino longo ou mais intenso, pois a musculatura fica desgastada e tensa depois de ser muito exigida.

Isso ocorre porque além das microlesões que ocorrem nos músculos depois do exercício, existe um acúmulo de toxinas como o ácido lático. Para auxiliar os atletas a estarem prontos para os próximos treinos, prevenir lesões se recuperando de forma adequada, existem algumas técnicas de recuperação muscular que aceleram e potencializam o processo natural, ajudando na eliminação destas toxinas com uma boa circulação do sangue nos membros.

Bota de compressão pneumática: O atleta normalmente se deita em uma maca e deixa seus pés um pouco mais altos que seu quadril. Calça uma bota que envolve desde o pé até o quadril, cobrindo praticamente a perna toda. Essa bota é ligada a uma máquina que infla com ar criando pressão, e controlando de maneira diferente em cada área a intensidade criando uma massagem eficiente. Esse processo também pode ser feito aliado a crioterapia, quando existe na bota o recurso de ser preenchida com água gelada junto com o ar.

Massagem esportiva: Não se trata apenas de uma massagem relaxante como o nome pode sugerir, e sim de uma técnica associada a técnicas de fisioterapia específicas para recuperação muscular. Atua na soltura muscular, com a liberação de nódulos que surgem por conta da fadiga e da fascia muscular.

Crioterapia por imersão: Essa técnica consiste na imersão das pernas do atleta em uma banheira de gelo e água por aproximadamente 10 minutos, o que provoca a vasoconstrição (diminuição do diâmetro dos vasos sanguíneos), auxiliando na drenagem e atuando principalmente na redução do processo inflamatório existente por conta das microlesões musculares.

pela Equipe de Fisioterapia da CareClub

ARTIGOS RELACIONADOS